Minha Vida - Saúde, Alimentação e Bem-Estar

Pratique meditação

O hábito diminui o estresse e melhora sua capacidade de relacionar com as pessoas


Quem pratica não abre mão. E, se você nunca experimentou, está na hora de aquietar a mente com alguns exercícios de meditação. "Meditação é um hábito milenar, cultivado em diversas culturas e religiões. Nos momentos de prática, o cérebro repousa e as ondas cerebrais diminuem", explica a psicóloga transpessoal Ana Maria Cabrera.

A frequência dos batimentos cardíacos também diminui e a respiração entra em sintonia com o restante do corpo, que reage mantendo-se mais calmo - o que não deve ser entendido como sonolento ou preguiçoso. O estado meditativo é caracterizado por uma atenção profunda, mas observadora. "São benefícios que ajudam a contornar os problemas no trabalho, em casa e, por que não dizer, os de ordem pessoal".  

Saiba como entrar em alfa

Meditando, você aumenta o seu poder de concentração e a capacidade de permanecer atento quando realiza alguma atividade. Consequentemente, suas tarefas no trabalho, por exemplo, vão ficar mais produtivas. Ainda surgem diferenças na compreensão do que dizem as outras pessoas, o que tende a melhorar dificuldades de relacionamento.

E o que é preciso para meditar? Existem muitas técnicas diferentes, que podem servir como incentivo para quem não sabe como começar e sente calafrios só de se imaginar quieto e em silêncio por alguns instantes. "Costumo dizer que um curso de meditação pode ser necessário, mas jamais obrigatório", afirma Ana Cabrera. 

Um curso de meditação pode ser necessário, mas jamais deve ser algo obrigatório

Aprenda técnicas de meditação
O primeiro passo é encontrar um lugar confortável (pode ser o sofá, uma cadeira estofada ou, simplesmente, uma almofada) e silencioso. "Aos poucos, o barulho externo e o movimento deixam de atrapalhar a sua concentração. Mas, inicialmente, a pequena quantidade de estímulos induz à quietude mental com mais facilidade", ensina a especialista.

No escuro, com luz baixa ou com uma luz fria (azul ou verde), vá afastando os pensamentos e tente deixar a mente vazia. Várias ideias vão insistir em chamar sua atenção, mas não discuta com elas. "Tente simplesmente observar e peça a elas para voltarem depois". Uma música suave, com sons da natureza ou composições clássicas, é recurso empregado por muitas pessoas para relaxar nas primeiras iniciativas.  

Para tirar a atenção das idéias, uma dica é observar a sua respiração até que ela se torne automática. Inspire e respire lentamente por três vezes seguidas, tentando manter o corpo imóvel. Após cada série, faça uma inspiração profunda, solte o ar e recomece.

Programe-se para começar aos poucos (cinco minutos é o suficiente) e ir aumentando a duração da prática conforme ela vai se tornando natural. "Uma hora diária de prática, no horário da sua preferência, trazem mudanças que melhoram desde a sua autoestima até o convívio com as outras pessoas e a capacidade de enfrentar qualquer tipo de desavença", afirma a psicóloga.

E, antes de pensar em desistir, considere o que descobriu uma pesquisa feita pela Universidade de Otago, na Nova Zelândia. O estudo acompanhou por dois anos o progresso de 225 mulheres obesas ou com sobrepeso. O grupo que meditou durante dez semanas teve mais sucesso na perda de peso e emagreceu uma média de 2,5 quilos. As mulheres que meditavam diminuíam as causas do estresse e, por causa disso, acabavam comendo menos. 


Este conteúdo ajudou você? Já ajudou você e + 1254 pessoa(s) Já avaliou

Imprima

Erro

erro

Comente

Compartilhe

Copyright 2006/2014 Minha Vida - Todos os direitos reservados

"As informações e sugestões contidas neste site têm caráter meramente informativo. Elas não substituem o aconselhamento e o acompanhamento de médicos, nutricionistas, psicólogos, profissionais de educação física e outros especialistas."


Copyright 2008 Yahoo! Todos os direitos reservados