Candidíase

Visão Geral

O que é Candidíase?

A candidíase é uma infecção por fungos da membrana mucosa da boca e da língua.

Sinônimos

Monilíase

Causas

A candidíase é causada por formas de um fungo chamado Candida. Uma pequena quantidade desses fungos vive na sua boca a maior parte do tempo. Geralmente ela é controlada pelo sistema imunológico e outros tipos de germes que também vivem normalmente na boca.

Porém, quando o sistema imunológico está enfraquecido, o fungo pode crescer, provocando feridas (lesões) na boca e na língua. Os seguintes fatores podem aumentar as chances de contrair candidíase:

  • Tomar medicamentos esteroides
  • Ter AIDS ou uma infecção por HIV
  • Receber quimioterapia para câncer ou drogas para suprimir o sistema imunológico depois de um transplante de órgão
  • Ser muito idoso ou muito jovem
  • Estar com a saúde debilitada

A candidíase é comum em bebês. Ela não é considerada anormal em bebês a menos que dure mais do que duas semanas.

A candidíase também pode se manifestar como infecções na vagina.

As pessoas que têm diabetes e tiveram níveis altos de glicose no sangue têm maior probabilidade de ter candidíase oral porque o açúcar em excesso na saliva atua como um alimento para a Candida.

Tomar altas doses de antibióticos ou tomar antibióticos por muito tempo também aumenta o risco de candidíase oral. Os antibióticos matam algumas das bactérias saudáveis que mantêm o crescimento da Candida controlado.

As pessoas com dentaduras que não encaixam direito também têm maior probabilidade de ter candidíase.

Exames

Um médico ou dentista quase sempre pode diagnosticar a candidíase observando a boca e a língua. Essas lesões fúngicas têm uma aparência característica. Se não estiver completamente claro, poderá ser feito um dos seguintes exames para detectar organismos de Candida:

  • Exame microscópico de esfregaço da boca
  • Cultura de lesões na boca

Sintomas

Sintomas de Candidíase

A candidíase aparece como lesões aveludadas e esbranquiçadas na boca e na língua. Sob esse material esbranquiçado, há tecido vermelho que pode sangrar facilmente. As lesões podem aumentar lentamente em número e tamanho.

Buscando ajuda médica

Ligue para o médico se:

  • O bebê tiver lesões na boca consistentes com a candidíase por pelo menos duas semanas.
  • O bebê estiver se alimentando com dificuldade devido às lesões.
  • Você for um adolescente ou adulto com lesões consistentes com a candidíase.
  • Tiver dor ou dificuldade para engolir.
  • Tiver sintomas de candidíase e for HIV positivo, estiver recebendo quimioterapia ou tomar medicamentos para suprimir o sistema imunológico.

Tratamento e Cuidados

Tratamento de Candidíase

Frequentemente o tratamento para a candidíase não é necessário em bebês. Nesse casos, a candidíase geralmente desaparece por conta própria em até duas semanas.

Se você desenvolver um caso moderado de candidíase depois de tomar antibióticos, uma possível solução é consumir iogurte ou usar cápsulas de Lactobacillus acidophilus de venda livre.

Use uma escova macia e enxágue a boca com uma solução de água oxigenada diluída a 3% várias vezes ao dia.

O controle dos níveis de glicemia em pessoas diabéticas pode ser o suficiente para eliminar a candidíase.

Seu médico pode prescrever um enxaguatório bucal antifúngico (nistatina) ou pastilhas (clotrimazol) se tiver um caso grave de candidíase ou um sistema imunológico debilitado. Esses produtos normalmente são utilizados durante 5 a 10 dias. Se não funcionarem, outros medicamentos podem ser receitados.

Se a infecção tiver se propagado por todo o corpo ou se você tiver HIV/AIDS, poderão ser usados medicamentos mais fortes como o fluconazol (Diflucan) ou o cetoconazol (Nizoral).

Convivendo (prognóstico)

Expectativas

A candidíase em bebês pode ser dolorosa, mas raramente é séria. Devido ao desconforto, ela pode interferir na alimentação. Se ela não desaparecer por contra própria em duas semanas, ligue para o pediatra.

Em adultos, a candidíase que ocorre na boca pode ser curada. Entretanto, o resultado a longo prazo depende do estado imunológico e da causa da baixa imunidade.

Complicações possíveis

Se você tiver um sistema imunológico debilitado (por exemplo, se for HIV positivo ou estiver recebendo quimioterapia), a Candida poderá se espalhar por todo o corpo, causando infecção no esôfago (esofagite), cérebro (meningite), coração (endocardite), articulações (artrite) ou olhos (endoftalmite).

Prevenção

Prevenção

Se você tiver episódios frequentes de candidíase, o médico poderá recomendar o uso de medicamentos antifúngicos regularmente para evitar infecções recorrentes.

Se um bebê com candidíase estiver sendo amamentado, consulte o médico sobre maneiras de prevenir futuras infecções como o uso de medicamentos antifúngicos. Esterilize ou descarte todas as chupetas. Para bebês com candidíase que usam mamadeira, descarte os bicos e compre bicos novos quando a boca do bebê começar a sarar.

Para evitar a disseminação da infecção por HIV, siga as práticas de sexo seguro e as precauções universais ao trabalhar com produtos derivados de sangue.

Fontes e referências

  • Kauffman CA. Candidiasis. In: Goldman L, Ausiello D, eds. Cecil Textbook of Medicine. 23rd ed. Philadelphia, Pa: Saunders; 2007:chap 359.
ADAM logo

A.D.A.M., Inc. A reprodução ou distribuição das informações aqui contidas é estritamente proibida.
As informações aqui fornecidas não poderão ser usadas durante nenhuma emergência médica, nem para o diagnóstico ou tratamento de doenças. Um médico licenciado deverá ser consultado para o diagnóstico ou tratamento de todas as doenças. Ligue para 192 em caso de emergências médicas. Os links para outros sites são fornecidos apenas a título de informação e não constituem um endosso a eles.

Este conteúdo ajudou você?
Sim Não
;
Copyright 2008 Yahoo! Todos os direitos reservados