Cisto sebáceo

Visão Geral

O que é Cisto sebáceo?

O cisto sebáceo (conhecido também como cisto epidérmico, nome mais correto) caracteriza-se como um nódulo de tamanho variável, único ou múltiplo, de coloração da pele normal, esbranquiçados ou amarelados. A consistência pode ser dura, elástica, às vezes, com flutuação quando inflamado. Em alguns cistos observam-se um ponto central representando uma obstrução da unidade pilosebáceo que, à expressão elimina um material esbranquiçado (queratina). Esses cistos são benignos e podem aparecer em qualquer região do corpo, sendo mais comuns na face, no pescoço e no tronco. Os cistos traumáticos são mais frequentes nas palmas, plantas e nádegas.

Os cistos são encontrados em adultos em ambos os sexos. Algumas doenças genéticas podem acompanhar estes tipos de cistos.

Causas

Os cistos sebáceos surgem da proliferação de células da pele produtoras de queratina dentro da derme. Podem originar-se da oclusão do folículo pilosebáceo, implantação de células da epiderme em locais mais profundos da pele por trauma ou a partir de células que desprendem das fendas embrionárias.

Os cistos podem ocorrer inflamação secundária tornando-se dolorosos e avermelhados.

Sintomas

Sintomas de Cisto sebáceo

Os cistos sebáceos não apresentam sintomas, exceto quando se inflamam podem acompanhar-se de dor no local.

Diagnóstico e Exames

Buscando ajuda médica

A maioria dos cistos sebáceos não causam problemas mais graves e nem precisam de tratamento. Recomenda-se procurar um dermatologista (médico que trata das doenças da pele, cabelos e unhas) se ocorrer uma das seguintes alterações:

  • Crescimento rápido
  • Romper-se, com liberação de material amarelado do seu interior ou se tornar doloroso quando inflamado
  • Ocorrer em local de trauma frequente podendo causar irritação
  • Por questões estéticas.

Na consulta médica

Marque uma consulta com um dermatologista e descreva seus sintomas detalhados e tire todas as suas dúvidas quanto aos sintomas que podem ocorrer e as possíveis causas. O médico poderá lhe fazer as seguintes perguntas:

  • Quando surgiram os primeiros sintomas?
  • Você notou o aparecimento de nódulos (caroços) na pele em outros locais de seu corpo? Onde?
  • Você já teve sintomas similares no passado?
  • Você já teve acne (espinha) grave?
  • Os cistos estão causando desconforto ou dor?
  • Os cistos estão lhe incomodando esteticamente?
  • Você sofreu alguma lesão na pele recentemente ou passou por algum tipo de cirurgia na área afetada?
  • Sua família tem histórico de acne ou de cistos?

Diagnóstico de Cisto sebáceo

Os médicos fazem o diagnóstico com facilidade pelo exame clinico do paciente, através da palpação. O diagnóstico pode ser confirmado pela histopatologia (o cisto é examinado ao microscópio mostrando as alterações histopatológicas características).

Tratamento e Cuidados

Tratamento de Cisto sebáceo

O tratamento definitivo é cirúrgico com anestesia local para a retirada do cisto e da cápsula e sutura com fio mononylon. A recidiva pode acontecer se a cápsula não for retirada por completo. Se ocorrer inflamação e dor a drenagem é indicada. Quando apresentar infecção bacteriana a antibioticoterapia oral pode ser indicada. A injeção de Corticosteroide (cortisona) dentro do cisto pode diminuir o tamanho, prevenir a inflamação e dor.

Os cistos tem crescimento lento, assintomático não sendo possível diminuir a sua progressão, mas podemos ajudar a prevenir a formação de cicatrizes e infecções adotando algumas medidas simples, como:

  • Não espremer o cisto. Consultar o médico para orientação
  • Colocar compressa quente quando inflamado pode ajudar a diminuir a dor e a eliminar o material purulento

Convivendo (prognóstico)

Convivendo/ Prognóstico

Os cistos tem crescimento lento, assintomático não sendo possível diminuir a sua progressão, mas podemos ajudar a prevenir a formação de cicatrizes e infecções adotando algumas medidas simples, como:

  • Não espremer o cisto. Consultar o médico para orientação
  • Colocar compressa quente quando inflamado pode ajudar a diminuir a dor e a eliminar o material purulento

Complicações possíveis

As complicações que podem ocorrer na evolução de um cisto são: ruptura, infecção bacteriana, aumento de tamanho por trauma e dor. Os cistos sebáceos geralmente tem evolução benigna e a transformação maligna é rara, mas foram descritos casos de conjunção com tumores malignos (Carcinomas).

Expectativas

Cistos grandes e dolorosos podem interferir nas suas atividades diárias e prejudicar a autoestima, podendo também afetar a aparência.

Se tratado corretamente, as chances de um cisto sebáceo evoluir para uma complicação mais grave são muito pequenas. Às vezes, o cisto não exige tratamento, mas o paciente pode optar se a presença dele estiver incomodando.

Prevenção

Prevenção

Não há como prevenir o surgimento de cistos sebáceos.

Fontes e referências

  • Revisado por: Dra. Leninha do Nascimento, dermatologista e membro da Sociedade Brasileira de Dermatologia – CRM: 236114
  • Ministério da Saúde
  • Sociedade Brasileira de Dermatologia
  • Rivitti, EA, Manual de dermatologia clinica de Sampaio e Rivitti.Editora Artes Médicas, 2014.
  • Fitzpatrick’s Dermatology in General Medicine.The MacGraw-Hill Companies, 2008.
Este conteúdo ajudou você?
Sim Não
;
Copyright 2008 Yahoo! Todos os direitos reservados