Espondilite anquilosante

Visão Geral

O que é Espondilite anquilosante?

Espondilite anquilosante é uma doença inflamatória crônica, que ainda não tem cura e que afeta as articulações do esqueleto axial, especialmente as da coluna, quadris, joelhos e ombros.

Sinônimos

Espondilite reumatoide

Causas

A causa da espondilite anquilosante ainda é desconhecida, embora suspeite-se de que fatores genéticos estejam envolvidos em sua ocorrência.

Fatores de risco

A espondilite anquilosante geralmente se manifesta entre os 20 e os 40 anos de idade, mas pode aparecer antes mesmo dos 10 anos em alguns casos. Ela afeta mais pessoas do sexo masculino do que do feminino. Outro fator de risco da espondilite anquilosante inclui histórico familiar, pois já se observou que pessoas de uma mesma família costumam apresentar esse problema.

Sintomas

Sintomas de Espondilite anquilosante

A espondilite anquilosante começa com uma dor na lombar que vem e vai.

  • A dor e a rigidez pioram à noite, de manhã ou quando a pessoa não está se movimentando
  • A dor costuma melhorar com atividades ou exercícios físicos
  • A dor na coluna pode começar nas articulações sacrilíacas (entre a pelve e a coluna vertebral). Com o tempo, ela pode afetar toda a coluna ou pelo menos parte da coluna
  • Você pode perder os movimentos ou a mobilidade na parte inferior da coluna. Talvez você não consiga expandir totalmente o tórax porque as articulações entre as costelas estão afetadas

A fadiga também é um sintoma comum.

Outros sintomas menos comuns da espondilite anquilosante incluem:

Diagnóstico e Exames

Buscando ajuda médica

Procure ajuda médica se você:

  • Apresentar sintomas de espondilite anquilosante
  • Tiver espondilite anquilosante e desenvolver novos sintomas durante o tratamento

Na consulta médica

Especialistas que podem diagnosticar espondilite anquilosante são:

  • Clínico geral
  • Reumatologia
  • Ortopedia

Estar preparado para a consulta pode facilitar o diagnóstico e otimizar o tempo. Dessa forma, você já pode chegar à consulta com algumas informações:

  • Uma lista com todos os sintomas e há quanto tempo eles apareceram
  • Histórico médico, incluindo outras condições que o paciente tenha e medicamentos ou suplementos que ele tome com regularidade
  • Se possível, peça para uma pessoa te acompanhar

O médico provavelmente fará uma série de perguntas, tais como:

  • Quando seus sintomas começaram?
  • Você sente dores? Onde?
  • Você tomou alguma medida para aliviar os sintomas?
  • Você sente dores mais fortes em algum momento específico do dia?

Diagnóstico de Espondilite anquilosante

Os exames para a espondilite anquilosante costumam incluir:

  • Hemograma completo
  • Taxa de sedimentação de eritrócitos (TSE)
  • Antígeno HLA-B27
  • Radiografias da coluna vertebral e da pelve
  • Ressonância magnética da coluna vertebral

Tratamento e Cuidados

Tratamento de Espondilite anquilosante

Os objetivos do tratamento para controle da espondilite anquilosante são aliviar os sintomas e reduzir o risco de deformidades decorrentes de suas complicações. Para tanto, pode-se recorrer ao uso de medicamentos, à fisioterapia e à cirurgia, se for necessário substituir a articulação do quadril.

Entre os medicamentos indicados estão os anti-inflamatórios, os analgésicos e os relaxantes musculares.

O acompanhamento fisioterápico é fundamental para o portador da enfermidade manter um programa de exercícios posturais e respiratórios, a fim de fortalecer os músculos e favorecer a mobilidade das juntas.

Convivendo (prognóstico)

Convivendo/ Prognóstico

  • Não se descuide da prática dos exercícios posturais e respiratórios indicados pelo fisioterapeuta. A imobilidade acelera a evolução da doença
  • Opte por uma dieta balanceada que ajude a controlar seu peso
  • Procure manter a postura correta sempre, qualquer que seja a situação
  • Escolha um colchão firme e sem ondulações para manter a coluna estável, enquanto dorme ou descansa
  • Não se automedique para aliviar a dor ou o desconforto. Procure assistência médica para diagnóstico e tratamento

Complicações possíveis

Raramente, as pessoas apresentam problemas na válvula aórtica (insuficiência aórtica) e problemas nos batimentos cardíacos.

Alguns pacientes podem ter fibrose pulmonar ou doença pulmonar restritiva.

Expectativas

A evolução da espondilite anquilosante é imprevisível. Os sintomas podem aparecer e desaparecer a qualquer momento. A maioria das pessoas consegue se movimentar normalmente a menos que os quadris estejam seriamente afetados.

Prevenção

Prevenção

Não há formas conhecidas de prevenção de espondilite anquilosante. A conscientização sobre os fatores de risco pode possibilitar a detecção precoce e o tratamento.

Fontes e referências

  • Ministério da Saúde
  • Sociedade Brasileira de Reumatologia
  • Mayo Clinic
Este conteúdo ajudou você?
Sim Não
;
Copyright 2008 Yahoo! Todos os direitos reservados